Disco Potiguar

SUPORTE PJFP

DISCO POTIGUAR #1

Do Roqueiro e a Hippie ao Vaqueiro e a Drag


O Disco Potiguar é o nosso mais novo quadro, onde indicamos, um álbum potiguar, mensalmente.


Talma&Gadelha, está a mais de 7 anos na estrada, com passagens por grandes festivais pelo Brasil, como: Feira da Música de Fortaleza, Festival Bananada, Rock Cordel, Festival Do Sol (Natal, Caicó e Mossoró, Santa Cruz, Currais Novos – RN) Festival MADA, Grito Rock Maceió e João Pessoa, Feira Noize (Feira de Santana BA) e Festival Suíça Baiana.

A banda possui quatro álbuns, que com certeza ainda indicaremos a vocês, o álbum desta quinzena será o mais novo da banda, ‘Marfim”, mas vocês podem conferindo os demais também, são eles:

‘Matando o Amor’ (2011)
‘Maiô’ (2013)
‘Mira’ (2015)


‘Marfim (2018)


Marfim, de fato representa a força e resistência! O nome do disco, foi claramente a melhor escolha, o marfim é a matéria que forma os dentes dos elefantes. Animal que figurativamente representa o estado do Rio Grande do Norte. Considerado um dos álbuns mais reflexivos da banda, principalmente nos dias atuais, faixas como: ‘Parem de nos Matar’, ‘Trans’, ‘Grita’, ‘Você Bateu Tão Forte’, fazem completamente todo sentido. Assim como as demais faixas, o disco por si só, já nos diz muita coisa sobre o racismo, o poli amor, o preconceito à comunidade LGBT.


SOBRE O ÁLBUM


Formação: Simona Talma (voz), Luiz Gadelha (voz e guitarra), Yves Fernandes (Bateria), Thiago Andrade (Guitarra) e Ana Morena (baixo).

Produção Musical: Simona Talma e Luiz Gadelha

Mixagem: Yves Fernandes.

Designer Gráfico: Jorge Andrade

Foto: Mylena Sousa

Montagem: Luiz Gadelha

Faixas

  1. Camaradas (Luiz Gadelha/Simona Talma)
  2. O Vaqueiro e a Drag (Luiz Gadelha/Filipe Marcus/Simona Talma)
  3. Um Grama (Luiz Gadelha/Luana Simplício/Simona Talma)
  4. Parem de nos matar (Simona Talma/Luiz Gadelha)
  5. Grita (Luiz Gadelha/Simona Talma/Luana Alves)
  6. Três – participação de Pipa Soares (Luiz Gadelha/Pipa Soares/Simona Talma)
  7. Trans (Luiz Gadelha/Simona Talma/Eliza Cavalcante/Garu)
  8. Ressugências (Luiz Gadelha/Simona Talma/Juão Nin)
  9. Você bateu tão forte (Luiz Gadelha)

Gravado no Estúdio DoSol (Natal/RN), entre janeiro e julho de 2018 por Yves Fernandes dentro do projeto Incubadora DoSol.


 OUVIR NO YOUTUBE  |  OUTRAS PLATAFORMAS DIGITAIS